Poeta inseto.



Na madrugada
o pensamento voa atrás de inspiração
sem precisar de asa.
Diferente das baratas em silêncio
procurando migalhas na escuridão da casa.

Comentários