Despertador.


Os inícios de plantão quando eu trabalhava no Pronto Socorro eram sempre tumultuados. Quando eu estava sozinho então, nem se fala. Tinha que ter muita experiência pra não entrar em “parafuso”.
Numa dessas noites intermináveis, eis que toca o telefone 192 da ambulância de forma insistente. No mesmo instante eu estava dentro do P.S. fazendo o prontuário de atendimento de uma moça que havia sofrido uma queda de bicicleta e se “ralado” toda.
Fiz o cadastro apressadamente e corri para atender o chamado:
-Pronto Socorro de Aparecida boa noite.
Do outro lado, uma voz feminina parecendo bocejar perguntou-me:
-Uhaaaaaaaa! Você pode me informar que horas são?
Aquilo me tirou do sério. Contando até dez, acabei sendo educado com a “bela adormecida” e respondi:
-Você mora onde querida?
Bocejando ela disse:
-Huuummmm... Moro aqui em Aparecida mesmo. Respondeu a donzela parecendo se espreguiçar.
-Ah, então levanta e olha pra torre da Basílica que você vai ver que horas são!
A bela adormecida não teve nema palavras pra me xingar e desligou o telefone na minha cara...

Comentários