Incansável João.



O meu tio João Dias também fez parte daquela época lendária do Campo da Santa, que ficava onde é agora a Rádio Aparecida. Ele falava que era “bom de bola” e sempre que davam oportunidade, arriscava também como juiz de linha, apitando os jogos.
Certa vez, os irmãos Samahá cismaram que o João Dias estava “roubando” a equipe deles no apito e favorecendo o time da Santa Rita. Contam que meu tio ficou sendo “ameaçado” o jogo todo. O Hulha Samahá dizia que “aquela tarde ele não escapava” de levar uns tabefes.
Meu tio João Dias nunca foi de correr de briga. Mas parece que aquele dia estava em desvantagem. E o que fazer pra fugir daqueles “gigantes da praça”?
Ele teve que pensar rápido, pois a partida já estava pra acabar. Assim, ele esperou o momento certo e quando a bola foi para o gol do fundo num último ataque do time da Santa Rita meu tio se posicionou no campo contrário, ficando perto do gol e bem longe dos “brutamontes”. A jogada não deu em nada lá na frente e, instantaneamente, ele apitou o fim do jogo e deu no pé. Ninguém foi capaz de alcançá-lo tamanha foi a corrida que só parou por perto do cemitério...

Comentários