Corre, corre...


Depois de trabalhar a tarde toda, um desses agentes do correio voltava cansado pra casa e, por descuido, acabou por passar em frente a um bar onde fanáticos corinthianos já se embebedavam esperando aquela decisão memorável da noite.
Nem por isso ele não se deteve ao fato de que seu uniforme "amarelo e azul" eram as cores do time do Boca Júniors, o que fez com que alguns dos que bebiam desferissem alguns palavrões pra ele.
Na confusão, outros dois elementos do bando acabou por sair correndo atrás do nobre carteiro pra resolver aquela infâmia no braço.
Ele só fez correr, pois não ia dar tempo de explicar que era um simples carteiro devidamente uniformizado indo descansar depois de um dia inteiro de labuta e nem que era também um corinthiano como os outros dali.
Já não são mais somente os cães que fazem nossos carteiros correr hoje em dia por aí...