Idênticas



Uma das trigêmeas idênticas de 67 anos havia perdido a luta contra o câncer. O diagnóstico havia previsto mais tempo, mas ela sucumbiu à doença antes. Foi tudo muito rápido.
No velório, parentes e amigos, uns conformados pelo fim, outros tristes na natural ausência, esperavam a hora do féretro sair.
Muito debilitada, uma das trigêmeas, a que nasceu primeiro, chegou escorada por dois filhos. Fazia muito tempo que não via as outras duas irmãs.
Se aproximando lentamente, foi cumprimentando todos que ladeavam a extinta até o instante em que se aproximou da outra irmã.
Tentando minimizar a tal tristeza ambiente, falou com a voz embargada para a outra:
-Bem que Deus poderia ter se confundido e me levado no lugar dela.
E choraram abraçadas como se fosse uma só pessoa...