Cronologia



Lúcio Mauro Dias

1973-Nasce o autor em Aparecida aos 8 de janeiro, quinto filho do fotógrafo Joaquim Dias e de Dona Maria Borges Dias

1979-Tem sua primeira perda significativa no falecimento de seu avô paterno, José Pedro, o qual lhe apresentou os primeiros clássicos da literatura infantil

1980-É matriculado no primeiro ano primário na Escola Estadual de Primeiro Grau Prefeito Solon Pereira em Aparecida

1984-Pela primeira vez na vida arranja um emprego e vai ser ajudante em uma fabriqueta de peças de gesso na rua de sua casa

1987-Por intermédio de seu pai, funcionário da Editora Santuário, tem publicado em algumas edições do Jornal Santuário “tirinhas” bem humoradas na seção de entretenimento

1988-Começa a trabalhar no comércio de Aparecida em uma loja de artigos religiosos

1989-Vence um concurso que escolhe o escudo da Escola Solon Pereira em Aparecida

1990-Completa o colegial e tem uma referida frase de sua autoria impressa no convite de formatura

1991-Matricula-se no Ginásio Pires do Rio em Aparecida, mas deixa os estudos no mesmo ano para trabalhar numa fábrica de artesanato

1998-Começa a trabalhar com arte e propaganda e tem pela primeira vez acesso a um computador

1999-Falece o pai do autor

2000-Exerce a função de balconista numa Choperia na Rua Oliveira Braga em Aparecida

2001-Matricula-se no Supletivo da Escola Murilo do Amaral de Aparecida

2002-Conclui o Ensino Médio Supletivo e volta a trabalhar com propaganda e sinalização

2003-Recebe menção honrosa pelo quinto lugar no XIV Concurso de Contos da Biblioteca Municipal de Aparecida

2004-É publicado pela primeira vez um texto seu no Jornal Tranca e Gamela de Aparecida no mesmo ano em que passa a ser recepcionista do Pronto Socorro da Santa Casa de Misericórdia de Aparecida

2005-Vence pela primeira vez o XVI Concurso de Contos da Biblioteca de Aparecida com o conto intitulado “O Sorriso da Marmita”

2006-Consegue a segunda colocação no XVII Concurso de Contos da Biblioteca de Aparecida com o conto “O Gigante Aprisionado”

2007- É publicado no Jornal O Lince de Aparecida alguns fragmentos poéticos de sua autoria.

2008-Passa a ser colunista do Jornal Comunicação Regional de Aparecida e do Jornal Correio Paulista de Guaratinguetá. Consegue a terceira colocação no XIX Concurso de Contos da Biblioteca de Aparecida com o conto “Os Fotógrafos de Aparecida”. Tem uma crônica publicada no Jornal Correio Paratyense da cidade de Paraty

2009-São publicados alguns textos de sua autoria no Informativo do Bairro Jardim Alvorada de Potim e no Jornal O Garça de Guaratinguetá. Obtêm ainda o Bicampeonato no XX Concurso de Contos da Biblioteca de Aparecida com o conto “Tomando Posse”. É homenageado pela direção do colégio Solon Pereira nos 20 anos da criação do escudo da escola

2010-Cria o Blog “Memórias de uma Província” na Internet. Classifica-se na modalidade “contos” para a fase regional do Mapa Cultural Paulista e consegue do Superior Tribunal Regional o registro de Jornalista Profissional. Cria também o Blog “Aparecida Antiga, Retratos que Marcaram Nossa História”. Deixa a função de recepcionista da Santa Casa de Aparecida

2011- Passa a exercer a mesma função no Sindicato do Comércio Varejista de Guaratinguetá. Lança o livro Minúcias Poéticas pela Editora Multifoco do Rio de Janeiro e tem crônicas publicadas na revista aparecidense Romeiros de Nossa Senhora, no Jornal Imprensa de Guaratinguetá, Revista Guia de Negócios, também de Guará e no Jornal Correio do Povo de Cachoeira Paulista. Consegue o terceiro lugar no XXII Concurso de Contos da Biblioteca de Aparecida com o conto “Paparazzo”. É homenageado em Ata da Câmara Municipal de Aparecida, em requerimento do Vereador Wadê Pedroso, pela criação do Blog "Memórias de Uma Província".
Casa-se com a Senhorita Bernadete Célia de Oliveira Dias.

2012-Tem uma crônica publicada na Revista Fashion Noivas de Taubaté e fotografias com breves legendas retiradas do seu Blog Aparecida Antiga e publicadas na Revista Sinal Verde de Guaratinguetá.
Passa a ser o Jornalista Responsável pela nova fase do Informativo O Varejista, lançado pelo Sindicato do Comércio Varejista de Guaratinguetá em 1978 e que estava inativo desde 2003.

2013-Tem crônicas publicadas no Jornal da Cidade de Guaratinguetá, de propriedade da Jornalista Maria Athaíde. Publica em setembro deste ano o livro "Os Guardiões da Santa, Histórias dos Retratistas Lambe-lambes de Aparecida" pela editora Penalux.
Consegue a segunda colocação no XXIV Concurso de Contos da Biblioteca de Aparecida com o conto "A assunção de Nhá Risoleta"

2014-Nasce em 12 de janeiro sua obra mais completa, a menina Thábata Larissa.
É homenageado pela vereadora Márcia Filippo e tem outorgado pela Câmara Municipal de Aparecida o título de "Guardião das Tradições Aparecidenses" no dia do Escritor.
Passa a ser cronista do O Jornal de Guaratinguetá.
Vence a XXV edição do Concurso de Contos da Biblioteca de Aparecida com o conto "Laura Maia, quadra D, 277".
Passa a ser cronista do Jornal O Aparecida.
Publica fotos antigas de Aparecida na Revista O Mosaico de Guaratinguetá.
Volta, depois de quatro anos, a ter crônicas publicadas no Jornal Tranca & Gamela de Aparecida.

2015- Lança junto dos Jornalistas Rogério Braga e Maurício Perpétuo de Gouvêa o Jornal Gazeta Aparecidense, onde passa a ser o Jornalista Responsável.
Consegue a segunda Colocação no XXVI Concurso de Contos da Biblioteca Municipal de Aparecida com o conto "Um recado congelado no tempo".



















Comentários