Descaso


A realidade triste dos dois cemitérios de Aparecida, além da falta de manutenção em suas instalações, é a vergonhosa falta de equipamentos de segurança para os coveiros que lá trabalham.
Não há manejo adequado dos resíduos gerados em exumações, tanto no aspecto de proteção dos trabalhadores com equipamentos de proteção individual que podem evitar acidentes com animais peçonhentos (luvas e roupas) quanto na destinação dos resíduos sólidos.
Isso sem dizer que todos que ali labutam já correm riscos biológicos frequentes.
No Cemitério Pio XII foram feitas algumas imperceptíveis reformas para maquiar a situação lamentável do local que se arrasta por anos.
“Deve ser assim porque‘morto’ não vota”, me disse um dos coveiros.
"Mas ainda vou mandar pintar na marquise da entrada a frase 'nossos ossos esperam pelos votos'", brincou ele.

Comentários