As três mulheres centenárias da Rua do Pinhão

Dona Francisca Buttignon

Dona Maria Benedita Ferreira

Dona Maria Gonçalves



São vidas que surpreenderam o tempo.
Mulheres que desafiaram os anos desenhando nos instantes o dom da longevidade.
Três mulheres expoentes da beleza, marcadas pelo predomínio indiscutível da existência.
A mais antiga delas apresenta-se com um “realismo fantástico” e visão lúcida. No alto dos seus 114 anos, Dona Maria Benedita Ferreira, nascida aos 09 de agosto de 1900, chama a atenção também pela forma de como se impõe diante da vida e do cotidiano em si.
Morando no alto da Rua 1º de maio, Dona Maria Gonçalves se distingue pela simpatia. Nascida aos 23 de maio de 1912 vive de forma simples e se enquadra por sua vez num “realismo mágico”, tamanha sua força e inteligência memorial que já completa 102 anos.
Por sua vez, Dona Francisca Buttignon, completou em março 101 anos de vida sempre ligada a comunidade. De vasta descendência, cativa pela originalidade e pela perseverança.
Um dia, uma pergunta certamente será feita: “E quando Deus, o mago e senhor do tempo as chamarem? Ele, na sua plenitude, já nem ousa.
Antes, contemporâneas deste tempo, vão habitar o mundo na prática constante do bem comum dentro de suas limitações.
Há acordado um pacto com os dias, onde elas são o centro do acontecimento belo de viver. Uma atmosfera peculiar de ensinamentos puros. Momentos que vão além de suas vidas de acolhida e de caridade. Devotas indevassáveis da Santa Aparecida.
Áureas, múltiplas e límpidas. Diamantes que a natureza não mais produz.
Imortais jequitibás, pragmáticas, alegres, adoradas e radiantes. Auto luminescentes.
Mulheres que observadas sem as limitações que o tempo impõe, geram uma bela maneira de entendê-las e respeitá-las.
Certamente necessárias e mesmo fadadas à exaustão ou a qualquer outra circunstância, elas mostram que ainda há muito trabalho a ser feito.
O de servir de exemplo, entremeado de elementos maravilhosos para as gerações que ainda estão por vir e uma aptidão de ver a realidade de maneira mágica é apenas o começo disso tudo...