Os Papas do meu tempo


                                           

Foi como me disse o Sr. Edson Reis da Ótica Macedo antes do fim do Conclave:
-Antigamente, Papa era uma pessoa tão distante...
De fato, pessoas como minha mãe, hoje com 75 anos, me disseram que antigamente a figura de um Papa era uma coisa inatingível aos olhos.
No Brasil, desmistificando essa “lonjura”, o Papa João Paulo II aproximou os fiéis do mundo todo por se tratar de uma pessoa carismática. Suas peregrinações pelo mundo ratificaram a presença do Papa físico entre o povo, dando outra dinâmica na fé.
Ainda me recordo de certa “correria e comentários” de meus pais e avós sobre a morte de um papa que foi pontífice por apenas um mês. João Paulo I, o “Papa sorriso” foi encontrado morto em seus aposentos levantando teses de conspiração.
Logo, eu percebia outra correria nas imediações da Rádio Aparecida...
Era Julho de 1980 e pude ver em meio à multidão o “João de Deus” passando pela Avenida Getúlio Vargas em Aparecida. Rosto corado, acenando para todos. Uma imagem simplesmente imortal na minha memória. Por 27 anos ele comandara a Igreja com afinco insuperável.
Em 2007, quando eu ainda trabalhava na Santa Casa de Aparecida, mesmo tão perto do Papa Bento XVI que se hospedou no Colegião, não consegui vê-lo. A figura emblemática e distante, como sempre me disseram, estava ali, bem perto. Em 2011 ainda pude tocar suas vestimentas e utensílios usados por ele quando eu resolvia coisas burocráticas no Seminário Bom Jesus.
Bento XVI sucumbiu à idade e renunciou em fevereiro deste ano, passando a ser Papa Emérito.
Escolhido o seu sucessor, um Argentino que será agora Francisco I, vejo minha mãe dizer que o Papa agora “é nosso vizinho”. Convites já foram feitos para que ele venha à Aparecida como os outros dois.
Mas será a ação do Espírito Santo o causador deste milagre de fé que independe de distância. A presença dele será a partir de agora tanto espiritual quanto física.
E sempre foi assim. Era minha pouca idade que não me deixava perceber.
Tudo dependendo do nosso firmamento de cristão que se renova a cada minuto.

Hoje agradeço a Deus pela bênção onde minha geração teve o privilégio de saber da existência de quatro Papas ao longo de 40 anos, podendo eu contemplar ainda o rosário nas mãos de minha mãe rezando pela jornada do nosso Francisco I nesse momento histórico do nosso tempo.